sábado, 18 de abril de 2009

E os filhos? Com quem ficam?

Nãooo, não é papo de separação. Você não está no blog errado! É sobre empregada mesmo.

Sabe aquela hora que você vai ter de mandar embora a pessoa que está trabalhando na sua casa, que não dá mais pra ela ficar? Você já aguentou atrasos, pratos e copos quebrados, aquele eletrodoméstico que parou magicamente de funcionar, roupas manchadas, reclamações do seu marido no seu ouvido..e...enfim...ela ficou mesmo por causa das crianças.

"Pode até parecer fraqueza" ( lembrei do Lulu Santos) mas não é nada disso! É a agonia de começar a saga de achar alguém e começar tudo de novo. As preciosidades de sua vida não tem com quem ficar e você não pode demitir , ou dispensar, sem ter nada em vista. A coisa não é simples não!

A primeira coisa a fazer é pensar com frieza. Se há condições de conversar com a pessoa e tratar um prazo para ela sair, você está muito bem parada. Eu tenho até a impressão que no fundo, nesses casos, o que elas querem é mudar alguma coisa, que seja a forma de trabalhar, horário, salário, tarefas, ou até mudar de emprego. Tem algo que realmente não está bom para elas. E fica pior ainda para nós.

Eu adoto isso, converso, pergunto com seriedade sobre o que está ruim pra elas, e até agora funcionou. Consegui os prazos e, nesse tempo, elas trabalharam até melhor.

E os filhos? Eles se adaptam melhor do que nós a essas mudanças. Vocês ainda não perceberam?

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget