sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Descobri a pólvora!

Conheci um site muito interessante. Se vocês já conhecem, realmente, descobri a pólvora. É o Reclame Aqui, um site de serviços no qual você dá sua opinião, ou melhor, coloca a boca no trombone sobre vários assuntos infelizes de sua vida (nada de existencialismo, somente para as coisas práticas do nosso dia-a-dia).

Ou seja, como o título já diz, é a praia pra quem quer expor todas as experiências ruins que estão na goela sobre um mal atendimento, problemas na compra e venda de produtos e serviços, defeitos, etc.

Esse troca de experiência é ótima e ajuda na hora de pensarmos em fazer uma compra, como geladeira, fogão, etc, ou contratarmos um serviço. Assim podemos saber a opinião de quem comprou e qual o tipo de problema que ocorreu.

O site ainda tem recomendações sobre as empresas boas, além de comparativos entre as empresas com maior número de reclamações e apresenta uma lista de últimas reclamações.

Enfim, classe patronal que me acompanha, vale conhecer o Reclame Aqui. O serviço é gratuito.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Campanha de apoio aos Projetos de Lei

Está no ar uma campanha de apoio aos Projetos de Lei que transitam no Senado referentes a mudanças na relação do empregador-empregado doméstico. São Projetos interessantes para ambas as partes e para apoiá-los basta participar da votação on line.

Eu, realmente, estou conhecendo agora a Campanha e ainda não sei da seriedade dos que estão a frente do assunto, mas até o momento pareceu uma votação bem intencionada.
Pelo que li no Doméstica Legal, a Campanha tem como histórico outras campanhas como “Legalize sua doméstica e pague menos Imposto de Renda”, de 2005, e a Campanha de Abaixo Assinado “Legalize sua doméstica e pague menos INSS”, de 2006.
Você também pode acompanhar as notícias sobre o andamento dos projetos no site.

Os Projetos de Lei apoiados pela Campanha são:
1 - Redução do INSS do empregador doméstico para tarifa única de 6%;
2 - Perdão da dívida pública com o INSS do empregador que está na informalidade e for assinar a carteira da empregada doméstica;
3 - Eliminar a multa de 40% , em caso de demissão sem justa causa, para o empregador que optou em depositar o FGTS para sua empregada doméstica;
4 - Redução da alíquota de INSS para o empregador de 12% para 6%;
5 - Definição do que é uma diarista;
6 - Dedução no imposto de renda ao empregador doméstico referente a despesas com Plano de Saúde que der para seu empregado;
7 - Dá direito ao empregado doméstico de ter auxílio por acidente de trabalho;
8 - Multa de R$ 1.000,00 a R$10.000,00 para o empregador doméstico que desrespeitar os direitos trabalhistas e previdenciários dos empregados domésticos.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Cartilha do Trabalho Doméstico

Passei um tempo fora por conta de vários percalços. E em vários deles confirmei que o papo de patroa rola solto por aí em qualquer lugar desta nossa Cidade Maravilhosa. Num desses papos que por acaso eu ouvi, mas não era participante - aqui eu denunciando meu ouvido comprido - fizeram muito referência à Cartilha do Trabalho Doméstico.

Então achei interessante postar aqui a cartilha que está disponível no site do Ministério do Trabalho. É uma fonte de consulta para a sua contratação e para o seu dia-a-dia.
Ocorreu um erro neste gadget