sexta-feira, 25 de maio de 2012

Vida das Patronetes

A novela Cheia de Charme, da Rede Globo, está quebrando com a imagem das patroas. Tem cada uma! Mas faz parte da teledramaturgia estabelecer o lado bom e o lado mal da história, heroínas e vilãs. Ainda bem que o tom é de humor!

Deixando a brincadeira de lado, na vida real, conversando entre amigas, observei que ainda existe uma resistência em assinar a carteira de trabalho por parte das empregadas. Na verdade, elas não querem ser descontadas para o INSS, pois não encontram ali um benefício. E não adianta conversar, explicar sobre aposentadoria. Parece um mundo paralelo ao qual elas acreditam que não farão parte. Algumas patroas chegam, para que a empregada entregue a carteira de trabalho para assinatura, a não realizar efetivamente o desconto no pagamento mensal, ficando pró forma no contra-cheque, o que não é correto. A relação é de direitos e deveres, e isto deve ser preservado.

Caso a empregada insista em não entregar a carteira, a patroa tem que registrar que a empregada em um documento e fazer assinar estabelecendo o prazo de entrega, pois a responsabilidade em assinar  recai no empregador. Ou deve dispensar a pessoa, o trabalho dever ser registrado formalmente para evitar problemas futuros.

Veja abaixo o clipe das Empreguetes e a letra que nos detona. Comecei uma letra para a nossa resposta, quando acabar posto aqui.  Alguém quer gravar um vídeo comigo rs?

"Eu levo vida de patroa e  pego às seis. Já acordo trabalhando e faço tudo de uma vez"



sexta-feira, 11 de maio de 2012

Mães, esposas e donas de casa

A fotógrafa americana Heide Lender fez uma homenagem às mulheres comuns e extraordinárias, o que pra mim, encaixa direitinho na categoria que trato aqui: a Patroa. Conheça o trabalho da fotógrafa: "Ela não pode saltar de prédios altos".

Conciliando trabalho, administrando a casa, cuidando dos filhos e ainda se preocupando com a saúde e beleza. Só uma cabeça de mãe, aquela que é multifacetada sempre atenta e dedicada, consegue o que nem acha que consegue.

Já disseram que aprendemos a ser filhos, quando somos pais.
Por que não se consegue encontrar as palavras
para explicar um amor que não se entende, se sente.
Depois que somos mães as tarefas do nosso dia, o nosso pensamento, não nos pertence mais.
Amor despreendido e apaixonado, eterno e pleno.
Um amor que nem conseguimos imaginar viver sem ele.
Mães e filhos, um elo tão bonito, de cordão e de coração.
Parabéns às mães!! Que o dia de vocês seja muito feliz.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Direitos e Deveres

Um documento de consulta para as patroas, minhas amigas, indico aqui  a cartilha que pode ser encontrada no site do Ministério do Trabalho e Emprego: Trabalho Doméstico - Direitos e Deveres.

Espero que possam sanar suas dúvidas.

Ocorreu um erro neste gadget