sábado, 4 de abril de 2009

Síndrome da Segunda-feira

"Caramba! Já tenho que sair pro trabalho e a empregada não chega!"

Taí uma rotina que se arrasta pros outros dias da semana pra quem não tem empregada que dorme. Vou chamar de "síndrome da segunda-feira", tomando emprestada a definiçao de síndrome que achei rapidamente no meu Aurélio do computador:

"Estado mórbido caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas, e que pode ser produzido por mais de uma causa. "

Estado mórbido? Que é isso, Dona? É sim! Parece uma doença, uma enfermidade. Ou vai dizer que não? Toda Dona Patroa padece desse mal....estar, mais brando, mais profundo, mas padece.

A Dona Ana, no comentário lá embaixo em "Tudo começou...", escreveu que a auxiliar tem três filhos, tem que deixá-los na escola etc... por isso ela, que também é mãe, trabalha, e sensibilizada, combinou que a auxiliar poderia chegar uns quinze minutos atrasada....

Mas acabou que esse atraso se estendeu por algo como "chego quando der". Dona Ana resolveu cobrar o horário. O papo na volta da Van daquele dia da auxiliar com as amigas teve ter esquentado os seus ouvidos, hein , Dona Ana?
E agora, a patroa que tá fora vai ficar ligando todo o santo dia pra checar a hora que a empregada chega?

Você tá atolada de coisa no trabalho e vai deixando, os dias vão passando...
Postura de patroa, e ser patroa dentro do aconchego do nosso lar, não é mole não! Jogue suas mãos para os céus e agradeça se acaso tiver alguém que lhe deixe tranquilíssima nesse sentido.

A minha ex-auxiliar, que trabalhou nove anos comigo, tinha essa qualidade, mas em compensação...bom, isso vai ser papo para outra postagem

E a Síndrome da Segunda-feira atinge você? Como? Você achou algum solução?

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget