segunda-feira, 11 de maio de 2009

Cenas perigosas

Deu no Bairros.com Zona Sul, do dia 7.05.09, o registro de uma cena perigosa. Uma provável doméstica, ou diarista, em pé numa escala, junto ao parapeito da janela , limpava os vidros com um pano. Bastava um breve susto, uma pequena distração, que a figura poderia se espatifar no final dos cinco andares que a separavam da calçada. Podendo até cair em cima de algum cidadão que esteja passando na hora. Oo infeliz!

Com certeza era algo que ela nunca imaginaria acontecer com ela, coisas do tipo "que besteira! Sempre limpo assim e nunca me aconteceu nada!" Esses casos graduam entre o excesso de segurança e a completa falta de noção de perigo. E nessa graduação estamos nós que muitas vezes nem sabemos como é feita a limpeza em nossa casa.

Essas cenas não são raras nossa cidade. Desde que a minha infância se faz memória, me lembro de ver umas aqui e ali nessa mesma aventura. Um passeio distraído pelas ruas, olhando os prédios e tão elas lá com o perna apoiada no parapeito, balançando os braços nos vidros. Uma beleza, não? Chego a pensar se não tem alguma coisa a ver com descarga de adrenalina igual aos praticantes de esportes radicais. Deve ser!

Por outro lado, é bom chegar em casa e ver as janelas tão limpinhas como nunca! "Puxa, achava até que tinha um arranhão aqui no canto do vidro. Aah, não....era só uma mancha de sujeira."
Desde que virei uma administradora do lar, contraí matrimonio, etc, já comprei um cabo de metal com esponja na ponta para esse tipo de limpeza. Ele não durou muito, é verdade. Mas não é nada que não possa ser substituído por uma vassoura ou rodo com panos bem amarrados. De modo algum quero ser apontada na rua, ou em qualquer lugar da face da terra, como um novo Capitão Gancho usando pranchas, ou melhor, janelas para atirar homens ao mar, quer dizer, mulheres ao chão.

Por isso, como sei que muitas das minhas colegas de patroice não estão em casa nesses momentos, aconselho a saber como estão fazendo as limpezas de suas janelas. E se a fazem da maneira aventureira, é bom cortar logo essa "farra". Para o bem de todos os cidadãos.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget